Manchas roxas na pele: quais são as causas e como tratar?


Quem nunca teve uma mancha roxa na pele? Às vezes, ao tocar, ela dói, em outros casos, não. Mas você sabe o que causa essa mancha? É normal que ela apareça depois de uma pancada na quina da mesa ou de uma queda, mas existem algumas outras causas. Por isso, é importante ficar atento se as marcas surgem com frequência e sem motivo aparente.



O que são manchas roxas na pele?

As manchas roxas acontecem na pele ou em camadas logo abaixo dela devido a sangramentos. Existem alguns tipos de manchas roxas que podem aparecer no corpo e elas podem ser classificadas em:


Petéquias

Pequenas manchas vermelhas ou roxas na pele, achatadas, que aparecem e somem rapidamente.


Equimose

Manchas roxas maiores que 1 centímetro. Ocorrem quando o sangue se infiltra nos tecidos devido, muitas vezes, à ruptura de vasos sanguíneos.


Hematomas

Parecido com a equimose, o hematoma se caracteriza por grandes manchas roxas. Porém, hematomas aparecem devido à ruptura de vasos mais volumosos.


Segundo a University of Michigan, uma mancha na roxa na perna geralmente leva mais tempo para cicatrizar do que um hematoma no rosto ou nos braços. A maioria dos casos não é motivo de preocupação e desaparecerá por conta própria. Porém, é importante ficar atento às manchas e sua frequência, pois outras doenças mais graves podem causar o problema.


Causas de manchas roxas na pele

Se as manchas aparecerem de maneira constante, é importante procurar um angiologista ou cirurgião vascular para melhor avaliação e diagnóstico adequado. Confira algumas das possíveis causas:


Quedas ou pancadas

Em muitos casos, a mancha roxa é a consequência de um hematoma causado por uma pancada ou queda. Ele se desenvolve quando pequenos vasos sanguíneos sob a pele se rompem. Com o impacto, o sangue vaza para os tecidos sob a pele e causa a cor roxa e dor no local. À medida que os hematomas cicatrizam, geralmente em 2 a 4 semanas, eles geralmente adquirem outras cores, como preto arroxeado ou verde amarelado.


Distúrbios de coagulação

Algumas doenças podem interferir na coagulação do sangue, tanto pela redução do número de plaquetas ou pela alteração dos fatores de coagulação do sangue, que facilita o sangramento e a formação de manchas.


Fragilidade capilar

Esse quadro acontece quando pequenos vasos sanguíneos ficam frágeis e se rompem com mais facilidade, causando as manchas. Isso pode acontecer devido a alergias, predisposição genética e questões emocionais.


Envelhecimento da pele

Pessoas idosas costumam ter mais hematomas, pois a pele se torna menos flexível e mais fina, o que diminui o efeito de amortecimento da pele.


Deficiência de vitamina C

Quando uma pessoa tem falta de vitamina C no organismo, sua pele fica marcada facilmente com manchas roxas, pois essa deficiência enfraquece as paredes dos vasos sanguíneos.


Uso de medicamentos

Alguns medicamentos podem interferir na coagulação do sangue ou na ação das plaquetas, causando manchas roxas.


Diabetes não controlada

Se o paciente não controla o diabetes, podem surgir algumas complicações que afetam os vasos sanguíneos e, consequentemente, podem causar manchas na pele.


Efeitos do tratamento de varizes e vasinhos

Em alguns pacientes, após o tratamento de varizes e vasinhos, manchas podem aparecer como um efeito colateral. Geralmente, elas desaparecem com o tempo. Mas o retorno ao cirurgião vascular é fundamental nesse caso para que ele avalie e direcione a melhor opção a ser seguida para tratar a mancha.


Como eliminar as manchas roxas?

O tratamento das manchas deve ser indicado por um médico de acordo com a causa. Na maioria dos casos, não precisa de tratamento e a mancha desaparece naturalmente. Mas se uma doença específica está dando origem às manchas, o tratamento da doença provavelmente será necessário para eliminá-las. Para cada origem, pode existir um tratamento diferente.


Entretanto, existem alguns hábitos que podem ajudar a tratar as manchas mais simples, como:

  • Aplicar compressas de gelo no local da contusão nas primeiras 48 horas;

  • Elevar o membro afetado para reduzir sangramento no local;

  • Consumir mais vitamina C;

  • Usar medicamentos e pomadas específcos.

Gostou do artigo? Deixe seu comentário!

97.020 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo