O que é trombose? Entenda tudo sobre essa condição vascular

Atualizado: 8 de nov. de 2020


Cerca de 10 milhões de pessoas no mundo são afetadas pela trombose venosa profunda (TVP). A doença, que atinge principalmente os membros inferiores, é caracterizada pela oclusao parcial ou total de uma veia do sistema venoso profundo. Entre as consequências mais graves e fatais está a presença de coágulos nos pulmões (embolia pulmonar).



Existem diversas condições relacionadas ao desenvolvimento da TVP.

Confira a seguir quais são eles.


Fatores de risco da trombose

Riscos elevados

  • Internações hospitalares – permanecer longos períodos internado, principalmente após cirurgias de joelho e quadril.

  • Câncer e quimioterapia – pacientes com câncer têm quatro vezes mais chances de ter o problema.

  • Mobilidade reduzida – ficar longos períodos sem se mexer, como em viagens de avião.

Riscos moderados

  • Trombofilia;

  • Tromboembolismo venoso prévio;

  • Idade – mais comum após 40 anos;

  • Anticoncepcionais e terapias de reposição hormonal;

  • Cirurgia e Trauma;

  • Obesidade;

  • Gravidez ou parto recente;

  • Insuficiencia Cardiaca;

  • Infecção;

  • Presença de varizes.


Sintomas da TVP

A maioria dos casos de trombose venosa profunda não manifesta sintomas. Muitas vezes o primeiro sinal é a embolia pulmonar – quando o coágulo sobe até o pulmão, provocando falta de ar e dor torácica. No entanto, algumas pessoas podem apresentar:

  • Dor e Edema;

  • Empastamento muscular;

  • Pé arroxeado;

  • Pele avermelhada e quente.

Diagnóstico

A trombose venosa profunda pode levar à morte e, portanto, requer intervenção médica de emergência. Ecografia vascular, Angio ressonância nuclear magnética e dosagem do Dímero D são alguns dos exames recomendados para confirmação do quadro.


Tratamento

O principal objetivo do tratamento é evitar sequelas às pernas, como a síndrome pós-trombótica, que provoca escurecimento, inchaço e feridas, e o desenvolvimento da embolia pulmonar. Para isso, na maior parte dos casos, são utilizados medicamentos anticoagulantes. Em situações específicas, o médico pode optar por outros métodos de tratamento. O profissional responsável por diagnosticar e tratar a TVP é o angiologista ou o cirurgião vascular.


Medidas preventivas

Indivíduos com risco de desenvolvimento de trombose devem adotar algumas precauções, conforme orientação médica. As mais comuns envolvem o uso de medicamentos anticoagulantes e de meias de compressão. Pacientes hospitalizados devem se movimentar ou realizar exercícios em pé com a maior frequência possível.


Para saber mais sobre saúde vascular, navegue pelo meu blog.

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo